Giro de Notícias – Edição 137
31 de maio de 2017
Giro de Notícias – Edição 138
7 de junho de 2017
Exibir tudo

O plano celgprev e sua aposentadoria

O principal objetivo do participante ao acumular reservas na Ele­tra é receber, no futuro, quando estiverem cumpridas as condições estabelecidas no regulamento do plano, um benefício como suple­mentação de sua aposentadoria.

Por ocasião do requerimento, o participante terá flexibilidade para decidir sobre o início do recebimento e o tipo de renda mensal do seu benefício. Portanto, a escolha será toda do participante.

Para requer seu benefício na Eletra, não é mais necessário estar aposentado pelo INSS, desde que sejam cumpridas as condições mínimas exigidas pelo Regulamento do Plano, quais sejam:

1) Idade mínima de 53 (cinquenta e três) anos;

2) Encerramento do vínculo empregatício com a empresa pa­trocinadora;

3) Tenha completado 10 (dez) anos de vinculação ao Plano ou 20 (vinte) anos de tempo de serviço junto à patrocinadora.

No ato do requerimento do benefício junto à ELETRA, o parti­cipante poderá optar pelo resgate de até 25% (vinte e cinco por cento) da sua reserva individual, conforme previsto no Artigo 28, §3º, do Regulamento do plano Celgprev, e transformar o sal­do remanescente em benefício mensal. Vale lembrar que o saque deste percentual da Reserva Individual poderá ser solicitado uma única vez, no ato do requerimento do benefício, e será tributado pelo Imposto de Renda (IR) integralmente. O benefício em re­ferência será uma renda mensal vitalícia, cujo cálculo se dará de acordo com a escolha do participante. Veja abaixo, as modalidades de benefícios vitalícios oferecidos pelo plano CELGPREV:

 

Benefícios de Riscos

Na Eletra, o participante pode proteger também sua família, pois o Plano CELGPREV lhe oferece a opção do Benefício de Risco (Invalidez ou Morte), o qual é extremamente importante conside­rando que todos estão sujeitos a imprevistos. Por exemplo, o par­ticipante que ficar incapacitado para o trabalho por acidente ou doença, desde que tenha feito a opção pela cobertura do benefício de risco, terá direito ao benefício por invalidez, que será calculado de acordo com as normas regulamentares. A concessão desse be­nefício, por parte da Eletra, dependerá da carta de concessão da aposentadoria do INSS.

No caso de falecimento do participante que fez a opção pelo Bene­fício de Risco, seu(s) beneficiário(s) fará(ão) jus à pensão por mor­te. Este benefício terá a mesma forma de cálculo daquele concedi­do por invalidez, sendo assegurado ao(s) beneficiário(s) o maior valor entre aquele encontrado pelo cálculo efetuado com base na reserva do participante ou o que for apurado pela média salarial, conforme previsto no regulamento do Plano CELGPREV, e será pago ao(s) beneficiário(s) que estiver(em) devidamente cadastra­dos no plano, em conformidade com as disposições regulamenta­res.

Independente da modalidade de benefício pela qual o participante optou, a Eletra pagará a todos o abono anual, no mês de dezem­bro, correspondente a um 1/12 avos dos benefícios pagos durante o ano.

No ano de 2017, o reajuste do Plano Celgprev foi conforme tabela abaixo:

 

Neste mês de maio/2017, a Eletra aproveita a oportunidade para parabenizar os novos assistidos da Fundação, que fizeram a opção pelo recebimento da suplementação de benefícios, após o seu des­ligamento da Patrocinadora CELG D, no último mês de março de 2017.