Eletra Participa de Seminário sobre e-Financeira – Prestação de Informações Relativas às Operações Financeiras
18 de março de 2016
Comunicado – dia 23/03/2016
23 de março de 2016
Exibir tudo

Giro de Notícias – Edição 78

Previdência associativa: debate ajuda a avançar

 

Dados projetados dão conta que a vertente associativa do sistema fechado de previdência complementar chega aos dias de hoje com perto de 500 instituidores, ao redor de 190 mil participantes distribuídos por 20 planos e reservas sob administração que já beiram os R$ 4,4 bilhões. Esses números foram apresentados pelo diretor-superintendente da PREVIC – Superintendência Nacional de Previdência Complementar, José Roberto Ferreira, no último dia 18, durante reunião do Comitê de Previdência Associativa da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar – Abrapp, integrado por 16 associadas.

Mais do que os números atuais, contudo, chama a atenção as expectativas que cercam a previdência associativa, hoje entendida como uma das vertentes de maior potencial do sistema fechado de previdência complementar. Para José Roberto, visando a materialização das previsões, contudo, não poderá faltar uma boa dose de “inovação”. Também presente à reunião, o titular da Secretaria de Políticas de Previdência Complementar, Carlos de Paula, por sua vez, lembrou que um dado com certeza favorável é que “as agendas da SPPC, Previc e Abrapp convergem”.

A partir dessa convergência e, conseguindo o sistema não se deixar paralisar pelas atuais dificuldades pelas quais o País passa, Carlos de Paula está certo de que “teremos condições de construir o melhor futuro”. Ele se disse de fato convencido de que “as adversidades podem ser transformadas em oportunidades”.

Carlos de Paula resumiu: “não podemos ficar parados, porque a realidade e as demandas dos participantes, patrocinadoras e instituidores, os atuais e os potenciais, não vão ficar esperando”.

Melhor exemplo – O Presidente da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar – Abrapp, José Ribeiro Pena Neto, apontou a própria reunião que se estava realizando como uma prova de que o sistema não está parado. A própria presença de autoridades do alto escalão, como José Roberto e Carlos de Paula, e a possibilidade que se abria de ambos estarem naquele momento discutindo pontos e esclarecendo outros aos dirigentes em um diálogo que se mostrava amplo, servia como uma poderosa comprovação do esforço que as entidades associativas fazem no sentido de fugir de qualquer acomodação. “De fato, a participação aqui da SPPC e da PREVIC não deixa margem a dúvidas da importância que a Abrapp reconhece nessa vertente de planos instituídos”, completou o Diretor Luís Ricardo Marcondes Martins.

Nesse ponto, José Ribeiro apontou o fato de o diretor Luís Ricardo ser também dirigente de um fundo instituído, a OABPREV-SP, dessa forma sublinhando que o segmento está representado na Diretoria da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar – Abrapp, como reconhecimento de sua relevância para a Associação e para o Sistema.

E os dirigentes de entidades instituídas estão entre os que mais abraçam a ideia da alta qualificação profissional como uma necessidade. Prova-o não só a qualidade do debate travado nessa quinta-feira (17) na reunião do Comitê, mas também a sua representação entre os que se inscrevem em iniciativas do PEC (Programa de Educação Continuada) e nos cursos da Universidade Corporativa da Previdência Complementar – UniAbrapp. Luiz Paulo Brasizza, diretor da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar – Abrapp e diretor-presidente da Universidade Corporativa da Previdência Complementar – UniAbrapp, lembrou o interesse revelado nesse sentido por advogados ativos no sistema pelas oportunidades oferecidas pela universidade corporativa, sobre a qual fez uma curta apresentação aos integrantes do Comitê.

Mesmo porque, completou Vitor Paulo Camargo Gonçalves, Presidente do Conselho Diretor do Instituto de Certificação dos Profissionais de Seguridade Social – ICSS, o estímulo dado à educação continuada, no contexto de um esforço de atualização permanente, é de tudo o mais importante. Algo mais relevante, inclusive, que a própria certificação em si mesma.

(Fonte: JW – Diário dos Fundos de Pensão)

 

Anapar: XVII Congresso de Participantes em BH

 

Durante o encontro, que ocorrerá entre os dias 19 e 20 de maio, elegerá nova diretoria para o triênio 2016 a 2019.

A Associação Nacional dos Participantes de Fundos de Pensão – Anapar realiza o XVII Congresso Nacional de Participantes em Belo Horizonte, nos dias 19 e 20 de maio. Os participantes de fundos de pensão se encontrarão na capital mineira para debater a conjuntura econômica e seus reflexos nos fundos de pensão. Entre os temas tratados estão elaboração da política de investimento, processo decisório para escolha dos investimentos, rentabilidade, governança e atuação dos representantes dos participantes na gestão dos ativos.

Para fechar o XVII Congresso, haverá um painel para tratar da sustentabilidade da Previdência Social, com debate sobre a necessidade de eventual reforma. Os debatedores serão professores universitários, especialistas em previdência, dirigentes de fundos de pensão, atuários e consultores, advogados. A programação será divulgada no site da Associação (www.anapar.com.br).

Programe-se – O Congresso acontecerá nos dias 19 e 20 de maio, em Belo Horizonte no auditório do Bayrell Hotel. Qualquer participante de fundos de pensão, associado ou não da Associação Nacional dos Participantes de Fundos de Pensão – Anapar, pode participar.

A taxa de inscrição será de R$ 450,00 para associado e de R$ 500,00 para não associado. Isto para quem se inscrever e efetuar o pagamento da taxa até o dia 30 de abril. Depois desta data a taxa de inscrição será de R$ 500,00 para associado e R$ 550,00 para não associado. O valor da inscrição servirá para custear as despesas com a infraestrutura do evento e almoço nos dias 19 e 20.

As despesas de hospedagem e transporte correrão por conta dos participantes do evento. A Associação negociou tarifas diferenciadas nas diárias do hotel onde será realizado o evento. As reservas deverão ser feitas através da empresa Voe Alto Turismo (61) 3046-5700. Reservas de passagens também poderão ser feitas através desta empresa.

(Fonte: Boletim AssisPrevSite)

 

COMUNICADO

Em razão do feriado da Paixão de Cristo, não haverá a postagem do Eletra News na próxima sexta-feira (25/03/16).
A publicação normal deste informativo retornará a partir de 01/04/2016.