Você conhece seus deveres e direitos como participante do Plano Celgprev?
24 de novembro de 2017
Giro de Notícias – Edição 163
6 de dezembro de 2017
Exibir tudo

Giro de Notícias – Edição 162

TEMA CENTRAL TEVE APROVAÇÃO DE 96% DO PÚBLICO DO 38º CONGRESSO, APONTA DATAFOLHA

O tema central do 38º Congresso Brasileiro da Previdência Complementar Fechada, realizado em outubro passado pela Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (ABRAPP) em São Paulo, recebeu aprovação de 96% dos entrevistados pelo Datafolha. O tema “Uma Nova Realidade: Previdência Complementar para Todos” foi amplamente aprovado pelos participantes do evento, com média de 4,7 (notas de 1 a 5). A aprovação geral do Congresso foi ainda maior, atingindo 98%, um ponto percentual a mais que o anterior. “Tivemos uma melhora geral na avaliação do Congresso deste ano, com destaque para a grande aprovação do tema central. Apesar da avaliação altamente positiva, vamos trabalhar para melhorar ainda mais no próximo Congresso”, diz Luiz Paulo Brasizza, Diretor Vice-Presidente da Abrapp e Coordenador Geral do Congresso.

A escolha do tema central recebeu nota máxima (5) de 74% dos entrevistados. Outros 22% deram nota 4 – atingindo o índice de 96% de aprovação. É uma evolução significativa se comparada com os 60% que deram nota máxima para o tema “Maturidade, Desafios e Oportunidades” escolhido para o Congresso de 2015. A avaliação é que o tema central deste ano tinha caráter muito mais propositivo com o objetivo de incentivar a apresentação de projetos para ampliar o acesso à Previdência Complementar.

A seleção dos temas também se destacou entre os aspectos mais positivos da 38º edição. Entre os entrevistados, 68% disseram que a escolha dos temas das plenárias e painéis foi o ponto mais importante do Congresso. O segundo aspecto mais positivo, a integração entre os participantes, recebeu indicação de 35% do público. Na questão de organização, o credenciamento foi o mais bem avaliado pelos entrevistados. Outro ponto positivo foi o estande institucional, com aprovação de 93%. Ainda merece destaque, a aprovação de 99% da palestra magna de Mário Sérgio Cortella com o tema “Disruptura e Paradigmas: Novos Tempos, Novas Atitudes” – bem alinhado com a diretriz de inovação e necessidade de mudança para enfrentar os desafios atuais.

Renovação do público – O perfil do público apontou que 69% dos participantes já haviam participado em outras edições do evento. O restante, 31%, participou pela primeira vez. Dos entrevistados, 96% pretendem participar de outros Congressos. O alto número de estreantes foi considerado positivo pela coordenação do evento porque aponta para um forte interesse de um público mais jovem. Outro ponto positivo é que a aprovação do Congresso foi mais alta entre os mais jovens. Na faixa etária até 35 anos, 75% consideraram o evento ótimo e 25%, bom, totalizando 100% de aprovação. Nas demais faixas etárias, a aprovação também foi alta, mas ficou um pouco abaixo dos 100%.

(Fonte: Notícias ABRAPP)