Giro de Notícias – 202 – 19/09/2018
19 de setembro de 2018
Giro de Notícias – 203 – 26/09/2018
26 de setembro de 2018
Exibir tudo

EletraNews – 21/09/2018

Eletra alerta os funcionários das patrocinadoras sobre a importância de aderir ao Plano Celgprev.

Cerca de 177 empregados ainda não participam do plano administrado pela fundação, abrindo mão de vantagens incomparáveis dentro do sistema de previdência privada no Brasil.

A previdência privada complementar torna-se, a cada dia, mais importante para a manutenção de um futuro estável para os brasileiros. O INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) oferece benefícios limitados e burocráticos. O sistema público, pesado e ineficiente, está em processo de readequação. Nesse cenário, a previdência complementar fechada constitui-se no caminho mais seguro e rentável para os investimentos de longo prazo, que vão propiciar uma vida pós laboral tranquila aos trabalhadores brasileiros. A Eletra é uma entidade de previdência complementar fechada, que foi criada para atender aos funcionários das Patrocinadoras e da própria Eletra.

A Eletra, porém, se impôs o desafio de chegar a 100% dos funcionários das Patrocinadoras como participantes do Plano Celgprev. Entretanto, atualmente, cerca de 177 daqueles empregados (aproximadamente 14%) não participam do citado Plano, por razões diversas. E uma delas pode ser o desconhecimento das grandes vantagens que a Fundação e a empresa oferecem na gestão de sua poupança previdenciária. A Eletra persegue uma meta atuarial (objetivo de rendimentos anuais), para o Plano Celgprev, de 5,45% + INPC, índice válido para 2018, sendo que, em 2017, tivemos uma rentabilidade de 10,45%, superando assim sua meta que alcançou 7,81%. Foram 8,38% acima da inflação e além da própria meta atuarial prevista para o ano. Vale destacar que o índice obtido pela Eletra chega a quase duas vezes o que hoje paga a poupança. É um número bastante razoável a se considerar diante do desempenho da economia brasileira, quando as taxas de juros básicas (Selic) foram de 7,40% e a inflação apurada pelo INPC (Índice Nacional de Preço ao Consumidor) foi de 2,07%.

Além do modelo de gestão e de governança aplicados e dos bons índices de rentabilidade, as Patrocinadoras oferecem um diferencial, provavelmente único em Goiás e possivelmente no Brasil, que é a coparticipação de contribuição no limite de até 20% do salário do funcionário (limitado ao teto escolhido pelo Participante), com o mesmo valor que o empregado contribui. Ou seja, se o funcionário que recebe R$ 2 mil e guarda R$ 200 na Eletra, as Patrocinadoras contribuem com mais R$ 200, duplicando sua contribuição mensal para R$ 400. “É como se o funcionário tivesse um ganho imediato de 100% no mês. É uma vantagem única que as Patrocinadoras oferecem e a Eletra mantém”.
Além da coparticipação e de objetivos atuariais muito eficientes, a Eletra oferece aos seus participantes e beneficiários uma política de empréstimos com os juros mais baratos do segmento, com prazos amplos e condições facilitadas. Faz isso porque não visa o lucro, e sim, apoiar seu participante em um momento de dificuldade ou quando esse vê uma oportunidade de investimento.

Acrescente-se que, caso o participante perca o seu vínculo empregatício com uma das Patrocinadoras, ele poderá continuar a contribuir com o Plano Celgprev, como Autopatrocinado, mantendo a formação da sua poupança previdenciária. Só não terá mais a contribuição da empresa, ficando acumulado em seu saldo, as contribuições vertidas pela mesma, em seu nome durante os anos em que esteve a serviço daquela companhia. E, ainda, existe a opção do BPD – Benefício Proporcional Diferido, que faculta ao Participante, com vínculo mínimo de 3 (três) anos ao Plano Celgprev e que ainda não adquiriu as condições para requerer o benefício de suplementação, optar por receber, em tempo futuro, com a obrigação do custeio administrativo e das contribuições relativas ao risco (caso possua) da parte dele e da patrocinadora, respeitando sempre as exigências regulamentares. Todas essas vantagens conjugam razões mais do que suficientes para destacar a importância de um plano previdenciário na vida dos participantes. Mas o principal objetivo da entidade é garantir a estabilidade financeira do participante e de seus entes queridos durante a aposentadoria e nas fatalidades, por isso oferece, ainda, a concessão de benefícios de risco (invalidez e pensão) ao participante e suas famílias.

Hoje, o INSS paga um benefício máximo de cerca de R$ 5,6 mil, isso se o trabalhador atender a todos os critérios de tempo de contribuição e de idade. A realidade da previdência brasileira está mudando e vai mudar mais ao longo das décadas. Exemplo disso é o serviço público, que até então pagava benefícios integrais, e apresenta uma nova realidade com a criação do Funpresp, o fundo de previdência complementar fechado dos servidores federais, os quais, agora, se quiserem manter a mesma renda de quando estavam na ativa, terão de contribuir para o fundo. Poupar para complementar os rendimentos da aposentadoria, cada vez mais, faz parte das necessidades dos trabalhadores brasileiros. Os funcionários de nossas patrocinadoras têm diferenciais importantes. Uma oportunidade que não pode continuar a ser desperdiçada, porque, na Eletra Seu Futuro Vale Mais!

Eletra participa de evento da Enel Distribuição Goiás em Morrinhos/GO e promove palestra sobre Educação Financeira e Previdenciária.

No último dia 30 de agosto, o Diretor de Benefícios da Eletra, Salomão Pacini, e o Gerente de Atendimento e Benefícios, Marcelo Bernardes, estiveram presentes em Morrinhos/GO, participando de evento da Enel Distribuição Goiás naquela cidade, com o objetivo de estar mais próximos dos participantes e disponíveis para esclarecimentos sobre a Fundação, sanando as dúvidas por ventura existentes.

Tal iniciativa faz parte das ações do Projeto de Educação Financeira e Previdenciária da Eletra e, na ocasião, contou, ainda, com palestra sobre o citado tema, a qual foi efetuada pelo Sr. Marcelo Estrela, agente autônomo de investimentos da XP Investimentos, que é uma das patrocinadoras do respectivo Projeto, o qual possui recursos próprios, e não onera, de forma alguma, a entidade ou seus participantes e assistidos.

Salomão Pacini agradeceu a participação do palestrante e, mais ainda, a parceria da XP Investimentos, que acredita na importância do Projeto e nos auxilia a viabilizá-lo. O Diretor considerou o encontro muito produtivo, com bastante participação dos presentes, diante das informações ali prestadas. E acrescentou que estão sendo efetuadas tratativas junto à Enel Distribuição Goiás, para garantir que este seja apenas o primeiro de outros eventos que virão, nos quais a Eletra poderá comparecer, mantendo-se próxima e acessível aos seus participantes.

Marcelo Bernardes pontuou, na sua ampla experiência de atendimento, que esses momentos são de extrema relevância para a aproximação da entidade e seus participantes.